Posts com a Tag ‘CER IV’

Prefeitura retoma entrega de cadeira de rodas para banho e distribui 110 equipamentos no CER IV

Evanilde (à esquerda) comemorou a entrega do equipamento ao filho dela

Distribuição havia sido interrompida em 2013 e foi reiniciada para garantir mais autonomia e conforto dos agraciados

Moradora da regional Vargem das Flores, Evanilde Oliveira esbanjou alegria na Oficina Ortopédica do Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV). O filho dela, Jean Oliveira, foi um dos 110 contemplados com cadeira de rodas para banho. Demanda antiga, o equipamento não era distribuído desde 2013.

O uso da cadeira de roda é a forma mais segura para acamados, cadeirantes e idosos tomarem banho. Foram entregues dez na semana passada e as outras ocorrerão ao longo das próximas semanas.

Evanilde ficou muito grata com o equipamento que o filho dela recebeu. “Estávamos esperando essa cadeira há mais ou menos três anos. Será muito importante para o dia a dia dele”.

A gerente de reabilitação da Oficina Ortopédica do CER IV, Aline de Oliveira, destacou o que esse momento representa para o Município. “Vai garantir mais autonomia aos contemplados, melhorar a mobilidade e dar mais conforto tanto para o paciente quanto para o cuidador”.

Acesso

Para ter acesso aos serviços do CER IV o usuário deverá se encaminhar à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de onde mora. Ele será avaliado pela Equipe de Saúde da Família e pelo Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF).

Posteriormente, será encaminhado ao Centro de Autorização de Procedimentos (Ceaps), a porta de entrada para o CER IV.

 

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio R. Barbosa

Data: 16/07/2019

 

 

 

Contemplado com tutor ortopédico no CER IV, Gabriel ganha estabilidade ao caminhar

Gabriel comemora os benefícios do tutor ortopédico

Ele foi um dos 23 beneficiados com órtese e prótese nesta semana

Morador da regional Sede, Gabriel Luciano, de 13 anos, faz tratamento com fonoaudióloga e fisioterapeuta no Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV) desde fevereiro. Devido à curvatura das pernas, ele tem dificuldade para caminhar.

Foi recomendado ao adolescente o uso de um tutor ortopédico, indicado para alongamento ou estabilidade de membros inferiores devido a deformidades nos pés ou tornozelos, que causam instabilidade ao andar. Este incômodo será minimizado a partir de agora.

Gabriel foi um dos 23 beneficiados com órtese e prótese. As entregas foram feitas nesta semana na Oficina Ortopédica do CER IV. “Há cerca de dois anos tentávamos um tutor para o Gabriel, Fico muito feliz, pois dará mais equilíbrio a ele na hora de andar”, comemora Elisanna de Araújo, mãe do garoto.

Foi mais uma ação da Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no CER IV. Destaque na entrega para os tutores, muletas, braços e pernas ortopédicas fabricados de acordo com a necessidade e avaliação do usuário.

A gerente de reabilitação da Oficina Ortopédica do CER IV, Aline de Oliveira, destacou a importância dessa entrega para os pacientes. “Propiciamos autonomia para todos eles, ao reinserimos uma melhor mobilidade.”

 

 

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio R. Barbosa

Data: 12/07/2019

 

Equipe do CER IV recebe capacitação dos profissionais do Samu

Treinamento ensina a lidar com os pacientes até a chegada da equipe do Samu

O Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV) promoveu, na sexta-feira (17), uma capacitação para a equipe de profissionais realizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Contagem. O objetivo foi orientar os profissionais do CER IV a como proceder na hora de dar o primeiro socorro com mais agilidade, mais confiança e melhor qualidade até que o Samu chegue ao local.

Uma das fisioterapeutas que participou do treinamento, Joana Vaz falou sobre a importância desse tipo de capacitação: “Nós achamos de extrema importância esse treinamento, já que ele nos ensina a lidar, nesse primeiro momento, com os pacientes. Aprendemos a agir com nossos usuários até conseguir um suporte do Samu, e isso é muito importante em qualquer eventualidade que possa acontecer”, avalia.

A gestora de Saúde do CER IV, Daniela Teodora, ressaltou que esse treinamento é fundamental já que o local recebe e atende usuários com as quatro modalidades de deficiências (física, mental, visual e auditiva) e de todas as idades: “É muito importante que os profissionais estejam capacitados e seguros em fazer esses primeiros socorros até o Samu chegar”.

Daniela Teodora lembrou ainda que, no Centro de Reabilitação, o atendimento é ambulatorial, atenção secundária, ou seja não é urgência e emergência. “Mas a gente precisa, como profissional de saúde e também outros profissionais, saber lidar com esse paciente que está convulsionando, sofrendo engasgo, que teve uma sincope, um desmaio”, ressaltou.

Treinamento

O treinamento foi realizado pelos enfermeiros do Samu Vanessa Avelar e Gleison Sergio Ferreira da Silva e contou com cerca de 20 profissionais da saúde, como fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas, além de porteiros, recepcionistas e pessoal administrativo. Na quinta feira (23), o restante da equipe passará pela mesma capacitação.

Os profissionais do Samu passaram orientações de primeiros socorros para crise convulsiva, criança com engasgamento, parada cardiorrespiratória e falta de ar. Também como agir em caso de quedas, que são atendimentos mais comuns no CER IV.

Parcerias

O treinamento surgiu de uma parceria do Samu com a equipe do CER IV e Apae. Além de fornecer assistências nas residências, socorrer acidentes e outras urgências, o Samu tem como uma de suas finalidades, por meio do Núcleo de Ensino Permanente (NEP), levar esse treinamento às escolas municipais e à população em geral.

O coordenador do Samu Contagem, Moisés Gabriel de Abreu, explicou que a equipe do NEP é composta por dois enfermeiros treinados, altamente capacitados, efetivos do Samu e experientes nesse tipo de treinamento.

 

Repórter: Milla Silva (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Lucas Santos

Data: 20/05/2019

Oftalmologia do CER IV muda a vida de contagenses

Cerca de 30 pessoas são atendidas por mês pela oftalmologista Carolina Milagres

Bianca de Almeida, moradora do bairro Água Branca, regional Eldorado, levou a filha Elyza para a primeira consulta no Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV). Elyza, de sete meses, fez consulta com um oftalmologista para avaliar a visão.

A mamãe com a filhinha no colo ficou muito grata com o atendimento no CER IV. “Foi muito bom o atendimento. A Elyza está passando por avaliação, será encaminhada para fisioterapia e otorrinolaringologista”, ressaltou Bianca de Almeida.

Elyza é uma das 30 pessoas atendidas mensalmente pela médica oftalmologista do CER IV, Carolina Milagres. A mãe levou a filha primeiramente a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), próxima a sua casa. Da UBS, Elyza foi encaminhada para o CER IV.

A oftalmologista Carolina Milagres é especialista em baixa visão ou visão subnormal. Visão subnormal ou baixa visão ocorre quando há uma grande perda da visão (visão abaixo de 20% nos dois olhos), mas com alguma funcionalidade preservada (ao contrário da cegueira).

Segundo Carolina Milagres, há diversos tratamentos para a pessoa com baixa visão, desde fisioterapia a terapia ocupacional. “Nosso objetivo é incluir a pessoa na sociedade, adaptar o ambiente deles”, afirma. A médica diz que se sente grata toda vez que consegue ajudar uma pessoa com baixa visão. “É uma experiência ótima pode mudar a vida de um paciente”.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 08/05/2019

Contagem passa a oferecer bolsas de ostomia a pacientes da rede pública

Mais de 300 pessoas já são atendidas com o novo serviço

Inaugurado em novembro de 2018, o Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV) continua mudando a vida dos contagenses. Até o início de 2019, os moradores de Contagem com ostomia intestinais (colostomia e ileostomia) e ostomia urinárias eram obrigados a se deslocar até à capital para buscar as bolsas. Detalhe: esse deslocamento era mensal. Agora não será mais necessário.

Desde abril, o CER IV passou a oferecer esse serviço. Os moradores que já fazem uso ou que vierem a precisar da bolsa serão encaminhados para o CER IV. A bolsa coletora é um equipamento essencial para a pessoa ostomizada, pois funciona como uma extensão do seu corpo.

Atualmente, 343 pessoas recebem a bolsa no CER IV. São moradores de Contagem, Ibirité e Sarzedo. Os usuários são encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde e, em alguns casos, por hospitais.

A enfermeira do CER IV, Flávia Godoy, ressalta a importância de as bolsas de ostomia serem oferecidas em Contagem. Primeiro, ela destaca a praticidade, pois o deslocamento é menor. Além disso, Flávia Godoy comemora a oferta em si do serviço. “Cada bolsa custa em média R$ 80,00. Elas são importadas, e cada morador recebe de 10 a 30 por mês. Imagina o custo que sairia para cada usuário”.

O que é ostomia?

Segundo estimativa da Associação Brasileira de Ostomizados, no Brasil, há cerca de 400 mil pessoas ostomizadas. A ostomia, ou estomia de eliminação, é um procedimento cirúrgico realizado quando é preciso construir um novo trajeto para eliminar a urina e as fezes.

Normalmente, é realizado depois de condições traumáticas ou patológicas (como perfurações acidentais no abdômen, doenças no intestino, no reto e na bexiga), que podem gerar necessidade de uma ostomia para a manutenção da vida.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 07/05/2019

Contagem entrega 15 cadeiras de rodas para obesos e zera fila de espera

Programa “Mover – Movimento em favor da vida” atinge objetivo de zerar a espera de usuários por cadeira de rodas

Contagem mais uma vez se destaca como cidade referência em inclusão no Estado. Na terça-feira (30), o município zerou a fila de espera por cadeira de rodas para obesos. Foram entregues, na Oficina Ortopédica do Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira – CER IV, 15 cadeiras de rodas.

A ação faz parte do programa “Mover – Movimento em favor da vida”, criado em 2017 pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. O programa cumpre o objetivo de zerar a fila de espera de usuários beneficiados com cadeira de rodas.

Sebastiana Souza, moradora do Durval de Barros, divisa de Contagem e Ibirité, conta que foi contemplada recentemente, também pelo “Mover”, com uma cadeira de rodas motorizada. “Fiquei muito satisfeita com a cadeira de rodas motorizada, porém essa cadeira especial facilita para me locomover em alguns locais ou levar no carro, por ser mais prática e leve”, observa.

Indicada para transporte e locomoção de usuários com sobrepeso, a cadeira de rodas para obesos tem sua estrutura completamente reforçada, garantindo uma durabilidade do produto.

A referência técnica da Reabilitação da Secretaria de Saúde, Renata Schettino, ressalta que, caso o usuário necessite de uma cadeira de rodas comum ou motorizada, deverá se encaminhar até a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e passar por avaliação médica.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 02/05/2019

Núcleo de Terapia Integrativa oferece acupuntura, ventosaterapia e auriculoterapia

Pacientes do SUS terão acesso às técnicas da medicina milenar após serem encaminhados ao CCE Iria Diniz

Moradora da Regional Ressaca, Iranilda Batike sentia muitas dores nas costas devido a um desvio de coluna. Ela fazia fisioterapia, mas o incômodo permanecia. Por recomendação médica na Unidade Básica de Saúde (UBS) Oitis, Iranilda decidiu experimentar a acupuntura.

Segundo ela, em apenas duas sessões sentiu a diferença. Iranilda sorri ao destacar como sua rotina mudou. “Eu gostei demais dos resultados, tomava medicamentos todos os dias e já tem uma semana que não tomo remédio para dores”, afirma.

Iranilda é uma das primeiras usuárias do Núcleo de Terapia Integrativa (NTI) implantado no Centro de Consultas Especializadas Iria Diniz (CCE). O NTI oferece acupuntura, ventosaterapia e auriculoterapia. “Além disso, está em fase de implantação musicoterapia e aromaterapia”, destacou o enfermeiro e acupunturista Eduardo Barbosa.

Aliny Vasconcelos, gestora do CCE Iria Diniz, destaca que as terapias integrativas eram espalhadas por diversas unidades de saúde do Município. “A ideia era centralizar todas no Iria Diniz, então aproveitamos um espaço que anteriormente era usado pela reabilitação infantil, que foi absorvido pelo CER IV”. O NTI vai atender cerca de mil pessoas por ano.

Medicina milenar

Na última sexta-feira (30), o secretário Municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva, visitou o Núcleo de Terapia Integrativa, que é composto por um médico, um enfermeiro e um fisioterapeuta. “Aliado à medicina tradicional, fortaleceremos a medicina chinesa para os usuários do SUS Contagem”, ressalta o secretário.

Os interessados pelas Terapias Integrativas deve se encaminhar à UBS mais próxima. Eduardo Barbosa explica que ao final das sessões, o paciente é encaminhado novamente a um médico na Unidade Básica de Saúde para acompanhamento do tratamento.

Tipos

A ventosaterapia é o tratamento com ventosas, que pode ser indicado para eliminar a dor nas costas causadas por tensão muscular ou contraturas, inchaço nos braços, pernas ou pés, dor nas articulações, sendo também um bom complemento no tratamento da celulite.

A acupuntura é indicada para tratamento de dores de cabeça, depressão, dores crônicas na coluna, estresse e ansiedade, alergias, insônia, doenças respiratórias e casos de tabagismos, entre outros.

A auriculoterapia pode ser indica para dores por torções, contraturas ou distensões musculares, problemas reumáticos, respiratórios, cardíacos, urinários, digestivos, hormonais, como obesidade, anorexia ou doenças da tireoide, e psicológicos, como ansiedade ou depressão.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Fábio Silva

Data: 03/12/2018

Morador do Riacho das Pedras é o primeiro a receber uma prótese de braço em Contagem

Essa é mais uma ação da Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que visa zerar a fila de órtese e prótese no município

Há cerca de três anos, Antônio Marinho sofreu um acidente de carro. O imprevisto lhe custou o braço esquerdo. Desde então, o morador do Riacho das Pedras aguardava uma prótese para suprir a falta do membro. Esse dia chegou. Nessa quinta-feira (22), pela primeira vez na história, Contagem entregou duas próteses de braços.

O senhor Antônio não escondeu a emoção de ser a primeira pessoa de Contagem a receber uma prótese de braço. “Essa prótese significa muito pra mim, era um desejo antigo. Há três anos faço tratamento no Iria Diniz e sonhava com isso”. Além das próteses de braço, foram entregues próteses de pernas e órteses (calçados ortopédicos fabricados de acordo com a necessidade e avaliação do usuário).

O investimento total gira em torno de R$ 327 mil. Essa é mais uma ação da Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, que visa zerar a fila de órtese e prótese no município. “É um momento histórico para Contagem, pela primeira vez entregar próteses de braços. Só o usuário pode explicar o quanto essa conquista é importante no dia a dia”, destacou o secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva.

O morador que necessita de uma órtese ou prótese deverá se encaminhar até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. Na UBS o usuário será avaliado e encaminhado para o Centro de Consultas Iria Diniz. Nos próximos meses, o CER IV será totalmente responsável pelas próteses e órteses no município.

• Prótese – Componente artificial que tem por finalidade suprir necessidades e funções de indivíduos quando perde algum membro do corpo, no lugar é posto uma prótese mecânica (barcos, pernas).

• Órtese – É um apoio ou dispositivo externo aplicado ao corpo para modificar os aspectos funcionais ou estruturais para obtenção de alguma vantagem mecânica ou ortopédica (sapatos ortopédicos, palminhas, coletes etc).

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 23/11/2018

Contagem inaugura Centro de Referência para pessoas com deficiência

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Munipal de Saúde, firmou uma parceria com Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Belo Horizonte, para administração do CER IV

O dicionário define inclusão como ato de integração plena de pessoas com necessidades especiais em todos os tipos de atividades. Contagem é referência no estado na implementação políticas públicas de inserção social. Nessa segunda-feira (5), o município cruzou mais uma barreira a favor da inclusão. O prefeito Alex de Freitas entregou o que há de mais moderno em tratamento e diagnóstico para pessoas com deficiência.

Localizado no bairro Europa, na Regional Sede, o Centro Especializado em Reabilitação tipo IV (CER IV), tem a previsão de atender cerca de 700 pessoas por mês. O Centro Especializado em Reabilitação é incluído na categoria IV, por atender quatro tipos de deficiência: física, visual, intelectual e auditiva.

O prefeito Alex de Freitas destacou que Contagem fez uma escolha ao inaugurar o CER IV elegendo a saúde como prioridade. Ele destacou que mesmo em um momento de crise que o país tem passado a cidade não deixou de investir na saúde. “O estado de uma dívida de mais R$ 150 milhões com Contagem. Enquanto outras cidades fecham unidades de saúde, Contagem entrega mais essa importante”.

O valor total do investimento chega a R$ 7,68 milhões, sendo aproximadamente R$ 7,1 milhões investidos no CER IV e R$ 570 mil na Oficina Ortopédica. Contagem entrou com cerca de R$ 3 milhões para conclusão da obra.

As equipes são formadas por profissionais como psiquiatra, ortopedista, otorrinolaringologista, neurologista, fisioterapeuta, terapeuta Ocupacional, nutricionista, psicólogo, assistente Social, fonoaudiólogo, entre outros. “É um projeto de alto impacto social”, destacou o presidente do Conselho de Saúde de Contagem, Ronaldo Gontijo.

Oficina Ortopédica

O secretário municipal de Saúde, Cleber de Faria Silva, destaca que o CER IV implantado em Contagem é o mais completo do Estado. “Em Contagem temos um diferencial em relação aos outros centros do estado. Temos uma oficina ortopédica moderna construída para confecção de órteses e próteses dos usuários assistidos”

Além de Contagem, somente Diamantina e Três Corações possuem uma unidade do Centro Especializado de Reabilitação, em Minas Gerais. Cleber destacou ainda a importância do Centro. “O governo Alex de Freitas trata a saúde de forma humanizada, não apenas como gestão, mas com sensibilidade que a área merece”.

APAE

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Munipal de Saúde, firmou uma parceria com Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Belo Horizonte, para administração do CER IV. O centro será gerido por profissionais da Saúde de Contagem em conjunto com uma equipe da Apae.

A presidente da Apae –BH, Judith Maria, destacou importância desse projeto para o município. “Nós da Apae temos o compromisso de fazer diferente para fazermos a diferença. E com toda certeza faremos a diferença em Contagem”.

Profissionais da Secretaria de Saúde passarão por um treinamento na sede da Apae – BH. Após a capacitação o CER IV, a previsão que o centro entre em funcionamento em 19 de novembro.

A Apae-BH – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Belo Horizonte foi fundada em 15 de abril de 1961 e já atendeu ao longo de sua existência cerca de 100 mil pessoas com deficiência intelectual e múltipla e suas famílias em algum momento de suas vidas.

Inacabada

Em 25 de agosto de 2015, a gestão anterior assinou a ordem de serviço para construção do CER IV. A obra teve início imediato, com a previsão de entrega para 15 de junho de 2016. No final de 2016, o prédio foi inaugurado, com obras inacabadas, sem luz e equipamentos.

A gestão do prefeito Alex de Freitas e do vice William Barreiro retornou as obras imediatamente. A partir de então, foram feitas as intervenções para readequação do espaço.

 

Repórter: Lucas Santos

Foto: Cassio Matias e Adelcio Ramos Barbosa

Data: 06/11/2018

Inauguração do Centro de Reabilitação de Contagem é segunda-feira (5)

CER IV do município ofertará assistência em quatro tipos de reabilitação e contará com Oficina Ortopédica para confecção de próteses e órteses para usuários atendidos. Investimento total chega aos R$ 7,6 milhões. Equipamento poderá atender a uma média mensal de 700 pacientes

A Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza a solenidade de Inauguração do Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira – CER IV e Oficina Ortopédica na próxima segunda-feira, dia 5/11, às 9h30. Estarão presentes à solenidade o prefeito Alex de Freitas, vice-prefeito William Barreiro e o secretário de Saúde Cleber de Faria, entre outras autoridades.

O Centro Especializado em Reabilitação de Contagem é incluído na categoria IV por atender a quatro tipos de deficiência: física, visual, intelectual e auditiva. A estrutura do CER IV de Contagem é também composta por uma Oficina Ortopédica, construída para a confecção de órteses e próteses voltadas aos usuários assistidos. A previsão é de que o CER IV atenda a cerca de 700 pacientes por mês. O acesso aos serviços do CER IV será feito a partir das Unidades Básicas de Saúde (UBS), que acolhem as demandas e realizam os encaminhamentos ao Setor de Reabilitação da SMS.

As obras de construção do CER IV tiveram início entre os anos de 2014 e 2015, e no final de 2016 o prédio foi inaugurado, com obras inacabadas, sem energia elétrica e equipamentos. A atual gestão retomou as obras em 2017 e, a partir de então, foram feitas as intervenções para readequação do espaço. Segundo o setor de Planejamento e Obras da SMS, o valor total do investimento chega a R$ 7,68 milhões, sendo aproximadamente R$ 7,1 milhões investidos no CER IV e R$ 570 mil na Oficina Ortopédica.

Serviço

Inauguração do Centro Especializado em Reabilitação Antônio de Oliveira – CER IV e Oficina Ortopédica de Contagem

Data: 05/11/2018 (próxima segunda-feira)
Horário: 09h30
Endereço: avenida José dos Santos Diniz, nº 880, bairro Europa.

 

Repórter: Carolina Brauer

Foto: Adelcio Ramos Barbosa

Data: 05/11/2018