No dia Mundial e Nacional da Osteoporose: Conheça a doença e saiba como se prevenir

A osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição da massa óssea, com consequência o enfraquecimento e fragilidade do osso e maior possibilidade de fraturas, mesmo após pequenas quedas e traumas

Neste sábado (20), comemora-se o Dia Mundial e Nacional da Osteoporose. A data tem o objetivo de conscientizar a população sobre as formas de combate à doença. A osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição da massa óssea, com consequência o enfraquecimento e fragilidade do osso e maior possibilidade de fraturas, mesmo após pequenas quedas e traumas.

Além da idade avançada, acima dos 65 anos, outros fatores de risco da doença são pele branca, histórico familiar, vida sedentária, baixa ingestão de cálcio e/ou vitamina D, fumo ou bebida em excesso. Alguns medicamentos como anticonvulsivantes, hormônio tireoidiano, glocorticoides e heparina, e, algumas doenças de base como artrite reumatóide, diabetes, leucemia, linfoma, anorexia também são considerados fatores de risco.

O médico ortopedista e diretor técnico do Hospital Municipal de Contagem, Dr. Mário Caliari Corteletti, ressalta que a osteoporose afeta em média três vezes mais mulheres do que os homens. Essa estatística está associada à diminuição do estrogênio no corpo feminino, que causa a degradação da densidade mineral óssea, na pós-menopausa. “Cerca de 70 % das pessoas acima de 80 anos tem osteoporose. A raça caucasiana, que é a raça branca, e os asiáticos têm uma tendência maior de desenvolver a doença”, conclui Dr. Mário.

O principal objetivo da prevenção e do tratamento é evitar fraturas, que ocorrem mais comumente em locais como coluna, punho, braço e quadril. Nos idosos, a osteoporose pode levar a complicações sérias como dores crônicas, dificuldades para locomoção e diminuição da qualidade de vida. Segundo o Dr. Mário Caliari, o tratamento deve ser orientado com base nas condições físicas e do histórico de cada paciente.

“A densitometria óssea é o exame de escolha para realizar um diagnóstico preciso. Como forma de prevenção é importante uma dieta adequada ao longo da vida, praticar atividade física regular, evitar o excesso de fumo e bebidas alcoólicas”, ressaltou o médico.

Tipos da doença

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) existem dois tipos da doença. O Tipo I acomete principalmente idosos devido à diminuição da massa óssea provocada pela diminuição da absorção de minerais e de cálcio e a Tipo II que, pode ser identificada em jovens sedentários ou mesmo com uma carga genética histórica da doença na família. É considerada o segundo maior problema de saúde mundial, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares.

 

Repórter: Ágatha Dumont (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Divulgação

Data: 22/10/2018