Ministério da Saúde reconhece regionalização do Samu Contagem

O Samu 192 é referência para o atendimento de cerca de 870 mil habitantes que residem em Contagem, Ibirité e Sarzedo

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município de Contagem é referência para cerca de 870 mil habitantes que residem em Contagem, Ibirité e Sarzedo.  Possui uma Central de Regulação das Urgências sediada em Contagem responsável pela regulação de todos os casos atendidos nos municípios e conta com sete ambulâncias, sendo 2 Unidades de Suporte Avançado (USA) e sete Unidades de Suporte Básico (USB), estando cinco ambulâncias em Contagem, uma em Ibirité e uma no município de Sarzedo.

Embora na prática o serviço de Contagem funcione como referência para os demais municípios, não era reconhecido pelo Ministério da Saúde como um serviço regional e, com isso, recebia recursos financeiros como se atuasse apenas no município de Contagem.

Diante deste cenário a Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, vem buscando junto ao Ministério da Saúde o reconhecimento do Samu como um serviço regional, dada sua relevância e abrangência que extrapola os limites territoriais da cidade. O Secretário de Saúde, Bruno Diniz, falou sobre o empenho do poder executivo no apoio a estas estratégias que possuem como objetivo melhorar o acesso e os atendimentos. “O prefeito Alex de Freitas não tem medido esforços para fazer com que Contagem se torne protagonista em matéria de saúde pública”, disse. 

Diante do pleito de Contagem, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 3.659, de 22 de dezembro de 2017, dando então o devido reconhecimento ao Samu como sendo um serviço regional.

Segundo o superintendente de Urgência e Emergência, Cleber de Faria Silva, este reconhecimento só foi possível devido ao fato de ser garantido nesta gestão o funcionamento do serviço 24h por dia, 7 dias por semana, com equipe multiprofissional (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentre outros), renovação de 100% da frota de ambulâncias, manutenção dos veículos, disponibilidade de materiais e medicamentos e uma série de outros fatores necessários para garantir os atendimentos.

beforeAtendimento é feito 24h por dia, 7 dias por semana

 O diretor-geral do Samu de Contagem, Hudson Douglas Ferreira, destaca que com a publicação da Portaria há um acréscimo de 40% nos recursos repassados mensalmente pelo governo federal, que passa de R$ 258.475,00 para R$ 362.099,00, valor que será utilizado no custeio do serviço regional. “Além do aumento do recurso financeiro repassado, já está aprovado junto ao Estado e Ministério da Saúde a ampliação da frota que passará a contar com mais uma ambulância de Suporte Básico (USB), o que potencializará os serviços já prestados”.

Para o assessor técnico da Superintendência de Urgência e Emergência, Alexandre Viana de Andrade, o reconhecimento do Samu como regional é um reflexo do trabalho que vem sendo feito, garantindo aos usuários o acesso aos serviços de urgência e emergência em tempo oportuno e no serviço mais indicado conforme seu quadro clínico. “Além de garantir o serviço pré-hospitalar móvel (Samu), o município vem pactuando junto aos municípios de Ibirité e Sarzedo a grade de referência para os atendimentos, tendo em vista que o Samu é um dos diversos componentes da Rede e, para garantir o acesso aos usuários, faz-se necessário organização para que haja a continuidade do cuidado ao usuário nos demais serviços, como Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) e hospitais”, informou.

 

Repórter: Anderson Pena

Foto: Geraldo Tadeu

Data: 29/01/2018