Mais de dez mil doses contra a gripe são aplicadas no Dia D da vacinação

Dados preliminares apontam que 75 mil doses contra a gripe já foram aplicadas neste ano no município

Gripe é doença séria, e a melhor forma de proteção contra ela é a vacina contra influenza. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou no dia 10 de abril e a meta do Ministério da Saúde é imunizar 90% das pessoas incluídas nos grupos prioritários – pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, presos e funcionários do sistema prisional. Em Contagem, a estimativa é de atingir um público de 165.570 pessoas.

Para criar oportunidade para que mais pessoas dos grupos prioritários pudessem se vacinar, foi realizado no sábado (4) o Dia D de vacinação contra a gripe. Ao todo, cerca de 10.100 doses foram aplicadas, e os dados preliminares apontam que 75 mil doses contra a gripe já foram aplicadas neste ano no município. A campanha de vacinação vai até 31 de maio.

Suzana Sireira Duro, 82 anos, foi um dos milhares de moradores que procuraram pelas salas de vacina no Dia D, para se imunizar contra a influenza. Ela conta que ficou sabendo sobre a ação em uma ida à Unidade Básica de Saúde (UBS) Amazonas, onde recebeu a dose. “É importante a gente se vacinar, para evitar doenças. A última vez que me vacinei foi em 2017. Estava na hora de vacinar de novo”, diz Suzana Sireira.

Vacina é importante não só para os mais velhos, e o casal Odete e Leonardo Rodrigues (foto ao lado) sabe disso. Eles também aproveitaram o sábado para levar para vacinar a filha, a pequena Cecília Ferreira Rodrigues, de 4 anos, na UBS Centro. “A vacina ajuda muito e é importante que as pessoas procurem as unidades de saúde. O governo está fazendo a parte dele, disponibilizando a vacina. Nós, os pais, também temos que fazer a nossa parte, trazendo os filhos para vacinar”, avalia Leonardo Rodrigues.

Além da vacina, alguns cuidados são importantes para a prevenção da gripe. Veja alguns deles:

– lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia, especialmente após usar o banheiro, tossir ou espirrar;

– evitar locais com grande aglomeração de pessoas e manter os ambientes sempre arejados;

– não compartilhar objetos e utensílios de uso pessoal, como escovas de dente, copos e talheres;

– cobrir a boca com a parte interna do braço ao tossir ou espirrar.

Unidades Sentinelas também abertas no sábado

As 31 Unidades Sentinelas de Contagem, unidades de saúde equipadas com insumos e profissionais necessários ao atendimento dos casos suspeitos de dengue, também abriram as portas no sábado (4) para prestar atendimentos relativos à dengue. Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem estiveram a postos e prestaram os atendimentos durante todo o dia.

De acordo com a coordenação da Superintendência de Assistência à Saúde (SAS) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dados preliminares indicam que pelo menos 140 atendimentos prestados nas unidades de saúde abertas no sábado foram relativos a casos suspeitos de dengue.

Ivani Ribeiro Gomes esteve no sábado (4) na UBS Amazonas com queixas de sintomas de dengue. Ela passou pelo acolhimento, realizou coleta de sangue e precisou receber hidratação venosa, mesmo antes da liberação dos resultados, que ocorre entre três e quatro horas após a coleta. “Dor de cabeça, dor no corpo… Mas eu já estou me sentindo melhor depois da hidratação”, relatou Ivani Gomes, enquanto recebia o soro intravenoso.

Desde março, as Unidades Sentinelas garantem condições para coleta de sangue e hidratação no atendimento de pessoas com suspeita de dengue que têm condições clínicas especiais, como gestantes, idosos com mais de 65 anos, crianças com menos de dois anos, hipertensos, diabéticos, pacientes renais crônicos e portadores de outras doenças. As Unidades Sentinelas são equipadas com insumos como aparelhos de medir pressão e material para hidratação venosa e teste de dengue. Além disso, o atendimento aos casos de suspeita de dengue também segue sendo feito nas 74 UBSs e cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, além das duas tendas de hidratação montadas para agilizar o atendimento aos pacientes com suspeita de dengue, uma na UPA JK e outra, exclusiva para crianças, no Centro Materno Infantil (CMI).

Clique AQUI para ver os endereços das Unidades Sentinelas

Clique AQUI para saber mais sobre a Campanha de Vacinação contra a Gripe

 

Repórter: Carolina Brauer 

Foto: Geraldo Tadeu

Data: 06/05/2019