Contagem já imunizou mais de 30 mil pessoas contra o sarampo

O morador de Contagem encontra a vacina disponível em uma das 52 Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a sexta, das 8h às 16h

Contagem intensificou a vacinação contra a Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola). Agora, crianças acima de seis meses até 11 meses, também, devem receber a dose. A mudança foi orientada pelo Ministério da Saúde. De janeiro a setembro, mais de 30 mil pessoas foram imunizadas e mais de 120 crianças, com menos de um ano, já foram vacinadas em Contagem.

A ampliação da idade de um ano para seis meses se deu devido ao aumento de casos no Brasil. Em Contagem, já foram detectados 10 casos de sarampo, sendo que apenas um foi confirmado, sete descartados e dois estão sob investigação. “Pelo fato do sarampo ser uma doença de fácil transmissão, uma pessoa pode contaminar até outras 17. Então, o meio mais eficaz é a vacinação”, explicou a assessora técnica da Central de Imunização, Fernanda Elisa.

“A vacinação da Tríplice Viral foi ampliada para crianças a partir de seis meses, pois são as mais receptíveis. Elas não têm uma resposta imunológica boa antes de um ano de idade, mas pelo risco que estamos vivendo, não tem como deixá-las totalmente desprotegidas. Por isso, a gente vacina antes de um ano, mas não considera como dose válida para o esquema normal”, esclarece Fernanda Elisa. “Aos 12 meses e aos 15 meses, as crianças devem tomar novamente, pois entra no esquema normal”, enfatizou a assessora técnica.

A usuária, Ana Paula dos Santos, levou seu filho, Henry Bernardo, de onze meses para se imunizar. “Acho que é de extrema importância a prevenção contra o surto que está acontecendo”, disse. Podem tomar a vacina crianças a partir de seis meses e adultos até 49 anos. São necessárias duas doses para quem tem até 29 anos. Para receber a dose, a pessoa deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e apresentar o documento de identificação e o cartão de vacina. O morador de Contagem encontra a vacina disponível em uma das 52 Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a sexta, das 8h às 16.

 

 

 

Repórter:  Lorena Campos com supervisão de Lucas Santos

Foto: Adelcio R. Barbosa

Data: 13/09/2019