Carroceiros do Nacional participam de capacitação sobre prevenção do carrapato-estrela e da febre maculosa

Além da coleta de sangue, os carroceiros responderam testes rápidos sobre a febre maculosa

Também foram coletadas amostras de sangue para hemograma e sorologia da doença

A Secretaria Municipal de Saúde promoveu na semana passada o primeiro curso de capacitação para os carroceiros do distrito sanitário Nacional. Eles foram orientados sobre a forma correta de dar banhos de carrapaticida nos animais. O curso foi ministrado na sede da regional Nacional e os carroceiros divididos em três turmas.

Também foram coletadas amostras de sangue dos carroceiros para hemograma e sorologia da febre maculosa. Além disso, os servidores da Epidemiologia aplicaram um teste rápido de conhecimento sobre a doença, para avaliar o nível de informações sobre a febre maculosa e o que eles têm feito para prevenir a doença.

“Assim podemos repassar a eles a melhor forma de prevenção. O sangue será estudado para conhecermos a incidência do vírus na comunidade”, afirma a técnica de epidemiologia do Nacional, Evelyn Batista Soares.

A carroceira Isabella Freitas participou da primeira turma do curso. “Esse trabalho da Zoonoses é fundamental para a conscientização não só dos carroceiros, mas dos donos de equinos em geral, para aprendermos o método de manejo e o cuidado com os animais principalmente nesta época”, disse.

O veterinário Matheus Araujo de Alkmim, da Zoonoses de Contagem, foi o responsável pela palestra. “Temos que aproveitar o outono e inverno para darmos os banhos semanais nos equinos, pois nesta época os carrapatos estão na fase mais jovens e são mais suscetíveis ao veneno”, explicou.

Segundo Matheus, a meta é fazer o controle da população residual de carrapatos no distrito. “Os carrapatos têm um mecanismo de defesa e por isso esse manejo tem que ser a longo prazo, diminuindo gradativamente a população dos parasitas. É muito importante que os carroceiros deem banhos nos cavalos, para chegarmos a um nível em que a população residual de carrapatos não transmita a febra maculosa”, completa.

Segundo o presidente da Associação dos Carroceiros de Contagem, Gilmar Adalberto, no Município há cerca de 248 carroceiros cadastrados, mais de cem no Nacional. “A cada 15 dias eles vão aos Ecopontos para que os animais possam o tomar banho de carrapaticida oferecido pela Prefeitura”.

 

Repórter: Milla Silva (sob supervisão de Lucas Santos)

Foto: Fábio Silva

Data: 08/07/2019