Ação de conscientização marca dia de combate à Aids

Além dos testes de diagnósticos para HIV, a ação tratou de outras infecções sexualmente transmissíveis

A dona de casa, Lourdes Teixeira, fez pela primeira vez o teste de HIV. Ela participou do mutirão promovido pelo Centro de Consultas Especializadas (CCE) – Iria Diniz, nesta sexta-feira (1º). “É sempre importante cuidar da saúde, temos que nos cuidar e prevenir, e o bom que o teste foi rapidinho”. O resultado do teste saiu em 15 minutos, o exame de sangue de dona Lourdes deu negativo.   

Em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Aids, 1º dezembro, a ação faz parte uma série de atividades promovidas pela Prefeitura de Contagem, por meio da Secretaria de Saúde, para estimular a prevenção da Aids.  Somente nessa sexta-feira foram feitos cerca de 150 testes no CCE Iria Diniz. Os pacientes que recebem o resultado positivo para o vírus HIV, são encaminhados imediatamente para o tratamento. 

Além dos testes de diagnósticos para HIV, a ação tratou de outras infecções sexualmente transmissíveis e a adesão aos tratamentos. “É muito importante essa ação para promover o debate, e estimular o uso de camisinha e a realização do teste”, ressaltou o infectologista do CCE Iria Diniz, Leonardo Curi.   

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, entre 2012 a 2017, foram confirmados 23.516 casos de HIV em Minas Gerais. Em Contagem, foram diagnosticados 936 casos. Mais de 36 anos após a primeira identificação do vírus HIV, os cientistas ainda não descobriram a cura, por isso a prevenção é o único remédio. 

A data de hoje também marca o combate ao preconceito, como disse o escritor e radialista brasileiro, Paiva Neto, com relação a Aids: “o vírus do preconceito mata mais que a doença”. 

Data: 04/12/2017

Repórter: Lucas Santos

Fotos: Adelcio Barbosa