Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
Controladoria Geral do Município
Estrutura
 
Auditoria Geral do Município

Praça Presidente Tancredo Neves, 200 - Bairro: Camilo Alves - CEP: 32.017-900

Horário de funcionamento: 8:00 às 17:00 horas
 
Telefone: 3352-5089 ou 3398-2177
 
Atribuições:

A Auditoria Geral é um órgão do Sistema Municipal de Controle Interno  ao qual incumbe a avaliação preventiva, concomitante ou posterior da aplicação de recursos públicos na Administração Municipal, mediante critério técnico e legal, bem como o apoio aos órgãos de controle externo.


Compete à Auditoria Geral do Município:

I - realizar atividades de auditoria e fiscalização nos sistemas contábil, financeiro, orçamentário, patrimonial, de pessoal, de recursos externos e nos demais sistemas administrativos e operacionais;
II - realizar atividades de auditoria sobre a gestão dos recursos públicos municipais sob a responsabilidade de órgãos e entidades públicos e privados, bem como sobre a aplicação de subvenções e renúncia de receitas;
III - propor capacitação e treinamento nas áreas de controle, auditoria e fiscalização, de acordo com as ações estratégicas da CGM, em articulação com as áreas competentes;
IV - apoiar o controle externo no exercício de sua missão institucional;
V - apurar, por meio de ações de controle, quando for o caso, as denúncias e demandas externas que lhe forem encaminhadas, efetuando o registro e o controle dos seus resultados;
VI - implementar e difundir métodos e técnicas de auditoria, a serem adotadas nos órgãos e entidades do Poder Executivo;
VII - coordenar o planejamento e a execução dos trabalhos de auditoria;
VIII - assessorar, em sua área de competência, o Controlador-Geral do Estado e os dirigentes de órgãos e entidades no desempenho de suas funções;
IX - articular-se com as demais unidades da CGM, visando subsidiá-las no desenvolvimento de suas atividades;
X - exercer o controle das operações de crédito, avais, garantias, direitos e haveres;
XI - acompanhar a implementação de providências recomendadas pela CGM e pelo Tribunal de Contas do Estado, assim como as diligências dos demais órgãos e entidades a que o Município é jurisdicionado;
XII - fornecer subsídios para o aperfeiçoamento de normas e de procedimentos que visem a garantir a efetividade das ações e da sistemática de controle interno da CGM;
XIII - apresentar informações acerca das atividades de auditoria, sistematizando os resultados obtidos e justificando eventuais distorções apuradas entre as ações programadas e as executadas;
XIV -articular-se com as demais áreas da CGM para elaborar estudos e análises relativas a não implementação das recomendações de auditoria, descumprimento de decisões em matéria correcional e ausência de atendimento às demandas da ouvidoria e ao acesso à informação;
XV - acompanhar as normas e os procedimentos da CGM quanto ao cumprimento de leis, regulamentos e demais atos normativos, bem como das diretrizes governamentais;
XVI - observar e fazer cumprir, no âmbito de suas atribuições, as diretrizes das políticas públicas de transparência e de prevenção e combate à corrupção;
XVII - dar ciência ao Controlador-Geral do Município sobre inconformidade, irregularidade ou ilegalidade de que tomar conhecimento, sob pena de responsabilidade;
XVIII - comunicar ao Controlador-Geral do Município sobre a sonegação de informações ou a ocorrência de situações que limitem ou impeçam a execução das atividades de auditoria;
XIX - recomendar ao Controlador-Geral do Município a instauração de tomada de contas especial, como também a abertura de sindicâncias e processos administrativos disciplinares para apuração de responsabilidade;
XX - elaborar relatório sobre a avaliação das contas anuais de exercício financeiro do Município, nos termos das exigências do Tribunal de Contas do Estado;
XXI - exercer atividades correlatas.