Logo
   

Concurso sobre o meio ambiente premia estudantes municipais

Estudantes de escolas municipais de Contagem ganham mais uma vez o Prêmio Arcelor Mittal de Meio Ambiente. Em sua 17ª edição, o concurso - que é realizado anualmente, em parceria com os municípios que abrigam a empresa - premiou alunos do ensino fundamental nas categorias desenho e redação. A solenidade de entrega aconteceu no Cine Teatro de Contagem, na última segunda-feira. Os vencedores tiveram seus trabalhos emoldurados, receberam certificado, placa e um cheque no valor de R$ 1.245 cada. O tema deste ano abordou um assunto atual e de interesse comum: o aquecimento global e o efeito estufa. Com o slogan "Entre no clima", 46 escolas de Contagem participaram do prêmio, envolvendo cerca de 39 mil alunos. O secretário de Educação, Lindomar Diamantino, salientou ser esta uma parceria enriquecedora. Para ele, a Arcelor é um exemplo de participação cidadã. "É fundamental haver união do poder público com o setor privado e entender que a Educação é um compromisso de todos".Do lado da Arcelor, o gerente de utilidades e meio ambiente Maurício Isidoro mostrou sua satisfação em participar do projeto: "Buscamos incentivar crianças e adolescentes a pensar em caminhos que possam resolver os problemas e em formas mais conscientes e solidárias de convivência com o nosso ecossistema".Para subsidiar o trabalho das escolas, a Arcelor Mittal distribui kits contendo cartilhas e DVD's que foram usados na realização de debates, pesquisas e reflexões sobre o tema. A professora Ana Maria Corgozinho da E.M. Dona Cordelina Silveira Matos contou que os alunos ficaram bastante envolvidos com o tema, apesar de ser abstrato. "Para que eles pudessem apreender melhor e entender a importância das ações individuais não só trabalhei com as apostilas como fiz recortes de situações como o desmatamento, a reciclagem, o uso transporte coletivo, a destinação do lixo, entre outras", contou a professora. O estudante John Breytherlly Oliveira é a prova de que o tema foi bem compreendido. Ele tem 10 anos e foi um dos ganhadores desta edição. "Desenhei duas mãos, uma apanhando a poluição e a outra fazendo o reflorestamento. Com isso, quis dizer que os homens precisam refletir e usar as próprias mãos para mudar o planeta. Depende só deles", explicou.O Prêmio conta também com a participação dos filhos de funcionários das unidades da ArcelorMittal Brasil.Vencedores 2008Categoria desenho 1ª e 2ª série: João Victor de Paula Rocha (E.M. Doutor Sabino Barroso)3ª e 4º série: John Breytherlly Oliveira (E.M. Dona Cordelina Silveira Matos)Categoria redação5ª e 6ª série: Anielly Joyce Xavier Rocha (E.M. José Ouvídio Guerra)7º e 8ª série: Sarah Camps Cardoso (E.M. Professora Ana Guedes Vieira)
   

FONTE: Secretaria de Comunicação

PUBLICAÇÃO: 12/11/2008 15:23:33