Acessibilidade: -A +A normal

 
Prefeitura Municipal de Contagem
   

Assinatura de convênio garante repasse as famílias do William Rosa

Acordo entre a prefeitura e o governo do estado vai garantir o recebimento do subsídio temporário as 432 famílias das ocupações

Cassio Matias

Convênio é válido por 18 meses, tempo esperado para que as habitações estejam construídas

O prefeito Alex de Freitas, e o presidente da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab), Alessandro Marques, assinaram nesta sexta-feira (11), o convênio para o repasse do subsídio temporário para as 432 famílias das ocupações William Rosa e Marião.  O valor de R$450 por mês será custeado pelos dois órgãos por um período de 18 meses, prazo previsto para a construção das novas moradias populares. 

Todos os moradores que estavam nas ocupações foram realojados e deixaram o local pacificamente, no mês de julho. O acordo foi celebrado entre os entes públicos, diante de uma ordem judicial de reintegração de posse do terreno que pertence às Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas).

Segundo o prefeito, o acordo foi cumprido parcialmente e os gestores já estão trabalhando para garantir a construção das novas moradias. “Estamos muito confiantes, todos estão satisfeitos porque tudo foi feito de maneira pacífica, as famílias estão instaladas com a cobertura social necessária. A prefeitura está fazendo a parte dela para que tudo seja resolvido de forma definitiva e seja cumprida a meta das concessões de habitações sociais nesse mandato”, afirmou.

before

Parceria permitiu encerrar todo o processo burocrático de desocupação

 O presidente da Cohab, Alessandro Marques, ressaltou que a parceria entre o município e o estado permitiu encerrar todo o processo burocrático de desocupação das áreas.  “Nós já pagamos a primeira parcela do aluguel social, na próxima semana será a segunda, e a assinatura do convênio consolida isso. Enfim, o objetivo principal, que era o atendimento a determinação judicial foi cumprido nesse momento e as moradias já tem previsão para construção”, disse.

O líder da ocupação William, Lacerda dos Santos Amorim, esteve presente na assinatura do convênio junto com antigos moradores. Todos estavam aliviados, mas também esperançosos com a construção das moradias. “Foi bom para nós e também para o governo porque não houve conflito e as famílias foram atendidas. Agora esperamos o cumprimento do acordo com a moradia definitiva”, afirmou.

Logo em seguida, o prefeito iniciou mais reuniões com o setor privado para estabelecer as diretrizes do início do processo de construções das moradias, sob responsabilidade do município com o apoio do estado de Minas Gerais.

   

REPÓRTER: Vanessa Trotta   FOTO CRÉDITO: Cassio Matias   

PUBLICAÇÃO: 11/08/2017 14:08:44